sábado, 20 de junho de 2015

Eu sou o Amor...

Eu sou o Amor e retribuo assim,
com mais amor,
a todos que passam por mim.
Por isso, esta prece é silenciosa,
não tem gritos e nem clamores,
como o sol no entardecer,
não é prece de pedir,
é prece de agradecer.

Paulo Roberto Gaefke