domingo, 21 de junho de 2015

São tantas...

 

Meu Pai...
São tantas as lutas,
tantas angústias,
tem momentos que 
eu penso que não 
vou suportar.
Mas a tua mão 
me sustenta e o teu
amor me dá forças
para continuar.