sexta-feira, 17 de julho de 2015

Às vezes ouço...

Às vezes ouço passar o vento; 
e só de ouvir o vento passar, 
vale a pena ter nascido.

Fernando Pessoa