sexta-feira, 31 de julho de 2015

Quero que o fato de ...

Quero que o fato de ter uma vida prática e
 sensata não me roube o direito ao desatino.
 Quero uma primeira vez outra vez, 
uma primeira caminhada por uma nova cidade,
 uma primeira estréia em algo que nunca fiz. 
Quero seguir desfazendo as virgindades que
 ainda carrego, quero ter sensações inéditas 
até o fim dos meus dias.
 Martha Medeiros