terça-feira, 11 de agosto de 2015

Não viva para...


Não viva para que sua 
presença seja notada, 
mas para que sua 
falta seja sentida.