domingo, 8 de novembro de 2015

Nada revive o passado

Nada revive o passado
tão plenamente quanto o
cheiro que uma vez esteve
associado à ele.
Vladimir Nabakov