terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Não choro minhas...

Não choro minhas perdas, 
nem temo a inveja e o 
olho gordo que me rodeiam. 
Sou de Deus, quem não é 
que se cuide!