domingo, 9 de outubro de 2016

O caminho que eu escolhi

O caminho que eu escolhi é o do amor. 
Não importam as dores, as angústias, 
nem as decepções que eu vou ter 
que encarar. Escolhi ser verdadeira. 
No meu caminho, o abraço é apertado, 
o aperto de mão é sincero, 
por isso não estranhe a minha 
maneira de sorrir, de te desejar o bem. 
É só assim que eu enxergo a vida, 
e é só assim que eu acredito 
que valha a pena viver.
Paulo Roberto Gaefke