domingo, 26 de março de 2017

MINHA ALMA

Minha alma voa na escuridão,
Ela adora está nas montanhas,
A espera de seu príncipe encantado,
E ansiosa ver o tempo passar,

Enfim  avista um vulto,
E sai desesperada com,
Seu corpo queimando de paixão,
Ao encontro do seu príncipe,

E cega de amor minha,
Doce alma se entrega,
Ardentemente ao corpo,
Tão procurado!
       
Autora: Enedina Maria
© Direitos reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)