terça-feira, 9 de maio de 2017

Nossos Espíritos

" Amor, os teus lábios são para mim
A fresca fonte dos meus desejos
Que me acariciam de mansinho
Matando-me a sede de beijos!

Quando me puxas para ti
E me aninhas junto ao peito
Todo o amor que há em mim
Se aconchega a ti a preceito.

É um amor de eternos laços
Que prendem nossos corações e almas
Tanto nos longos cansaços
Como nas alegrias calmas.

E quando a morte para um chegar,
Ele irá pelo outro esperar,
Os nossos espíritos irão
Continuar sempre a namorar
Seja na terra ou no céu
Ou em qualquer outro lugar!"
Autora: Maria Dulce Almeida
© Direitos reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)