Silêncio...

Silêncio ...
As palavras estão em profusão na minha alma.
Estou borbulhando...
Meus sentimentos explodem...
Mas, a minha boca está muda.
Pois, as aparências são enganadoras...
Elisabete Bastos