Ah o amor...

Ah o amor... 
Que nasce não sei onde, 
vem não sei como, 
e dói não sei porquê.
Luís de Camões