O amor é leve

Por que insistir naquilo que não tem futuro?
Por que permanecer onde tua 
presença não faz diferença?
Por que lutar por um amor que não é seu?

Já parou pra pensar que isso pode ser orgulho? 
Por não aceitar perder, por vergonha 
de virar as costas e te olharem com pena.

As vezes a gente precisa perder para ganhar. 
Desistir não é covardia. 
Covardia é ficar onde te faz mal, 
covardia com você.

Abre a janela, olha lá fora, tem um mundo 
inteiro a ser conquistado. 
O amor que vale a pena não te faz sofrer. 
Se te causa insônia, mas que seja de saudades. 
Se te faz chorar, mas que seja de emoção. 
O amor que vale a pena é aquele que 
você pode chamar de seu.
 Abre a porta, vai lá fora, 
talvez ali na esquina tem alguém 
esperando por você. Pra amar você.

Talvez o que hoje você chama de amor, 
amanhã se chamará obsessão. 
O amor não é isso, não é assim. 
O amor é leve, o amor é céu, é constelação...

Autora: Liviane Matos
© Direitos reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)