Teu nome

Teu nome foi um sonho do passado...
Foi um murmúrio eterno 
em meus ouvidos...
Foi som de uma flauta que 
embalou-me na vida...
Foi um sorriso da alma entre gemidos...
Teu nome foi eco de palavras 
entre as minhas escritas...
entre meus prantos... 
Foi tudo que sempre amei...
Que eu resumia em Alegria... 
Encanto... Prazer... E amor...
Cheguei a escrever teu nome 
nos troncos dos arvoredos... 
Nas lindas praias onde bate o mar...
Das estrelas fiz letras...
Soletrei-o em noite bela ao 
mórbido luar de primavera...
Escrevi teu nome em jardim verdejantes com 
as folhas das rosas para deixar teu nome 
lindo e perfumado como a primavera...
Oh!!! Mas o tempo é implacável...
Pois na estrela morreu...
Caiu juntos ao troncos...
Nas praias se apagou...
murchou nas flores...
Só guardado ficou-me aqui no peito...
Teu nome é uma saudade...
Gravado em meu coração...
Autor: Marcelo Rondoni
© Direitos reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)