Desejos

Olhe para mim 
Sua boca, 
seus beijos 
são colados à minha pele úmida, 
os lábios frenéticos para baixo 
Virando incêndios do amor . 
Perturbados por nossas respirações 
perdemos o olhar em lugares distantes, 
as pernas são amarradas de prazer
firmemente rodada 
Guiadas por um desejo estranho. 
Dois corpos, um só coração e
uma alma, a espera do prazer 
Nós corpo o tremor do desejo 
Até ao seu esgotamento físico
jogados nos braços um do outro 
saciam os seu mais profundos 
desejos de amor.
Raquel Silva