RESOLVI ME CALAR

Era uma destas  tardes de janeiro
o ano apenas começando e eu te
amando , fiz um pacto com a poesia
por mais que venha a sofrer nada vou
dizer, ficarei calada de amor
não sei quase nada.

Acostumei arrastar correntes 
preciso neste ano novo mudar,
sorrindo irei me apresentar, mesmo
que a alma triste viva a chorar 
Dos meus olhos não mais terá
pranto prometo a mim ... 
Vai ser assim .

As madrugadas mesmo que 
a saudade se apresente dolorida
pego minha agenda e minha caneta
bailarina, e me entrego ao sonho mágico
que todo poeta é capaz de viver, 
descobri que te esquecer é impossível ... 
Só sei amar você.
© COPYRIGHT BY "SENTIMENTO EM POESIAS"
Todos os Direitos Reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)
Cópias e publicações permitidas, 
desde que acompanhadas 
dos créditos ao autor.