segunda-feira, 5 de março de 2018

MEUS RABISCOS

Como um pássaro eu vivia...
Preso em uma gaiola invisível...
Minha alma... 
Minha essência...
Minhas emoções...
Meus sentimentos...
Aprisionado por um falso amor...
Mas não serei contaminada 
pela falta dele.
Quero voar como águia...
Ter a liberdade das palavras 
nos meus poemas...
Devagarinho meus rabiscos 
são como o bater das asas...
E aos pouco renovo meu coração...
O gosto da liberdade é feito em poemas...
E como uma fênix irei renascer...
Como um jardim a florescer...
E contaminar a todos com 
meus poemas de amor...
Deixando de sentir dor...
E me fazendo um favor...
Amar e transmitir o amor.
Autor: Marcelo Rondoni
© COPYRIGHT BY "SENTIMENTO EM POESIAS"
Todos os Direitos Reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)
Cópias e publicações permitidas, 
desde que acompanhadas 
dos créditos ao autor