Saudade…

Palavra dura...
Que machuca...
Mas também conforta...
Saudade se mata com atenção...
Lembrança de amor e paixão...
Guardadas em nosso coração...
A tristeza por sua vez foi 
criada para ser superada...
Com os amigos descobrimos a 
cada novo momento da vida... 
Pessoas especiais como você...
Já o coração nunca esquece...
Ele aquece a alma... 
Limpa com as lagrimas da saudade...
Renovada de esperança...
E o amor fortalecido...
Abre caminho ao desconhecido...
As lembranças embalam a saudade 
de tudo que se foi e que vive 
nesta viagem que é a vida. 
É em cada estação 
que o trem da vida para, 
novos personagens entram, 
e outros saem. 
Novas histórias vão acontecendo, 
algumas felizes, outras nem tanto. 
É o trem segue pelas estradas da vida, 
e em cada parada, 
vai deixando sonhos para trás. 
É seguindo com o coração acelerado, 
passando por todos os estágios 
da vida revelando inúmeras 
cicatrizes no coração e na alma, 
algumas ainda sangram e a dor é latente, 
e o sofrimento é inevitável, 
diante da ferida que não se fecha, 
de amores perdidos, 
despedida dolorosas e outras que 
nem tempo tiveram de se despedir. 
É o único sentimento que fica é a 
saudade que machuca e faz doer a alma. 
E o trem da vida segue nestes 
trilhos de saudades de um amor 
que se foi e nunca mais voltou.
Autores: Marcelo Rondoni & Waldecyr Costa
© COPYRIGHT BY "SENTIMENTO EM POESIAS"
Todos os Direitos Reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)
Cópias e publicações permitidas, 
desde que acompanhadas 
dos créditos ao autor