ALMA VIAJANTE


Sei que sua boca 
beijou outras bocas...
E não a minha...
Sei que seu corpo provou 
o calor outros corpos...
E não o meu....
Mais o que posso fazer se esse 
coração pulsa acelerado...
Toda vez que ouve sua voz?
Ah, você que consegue me tocar...
Mesmo tão distante....
Que senti meus desejos e devaneios
Que mostrou-me que a distância é só
Um mero detalhe para 
duas almas que se amam...
Que se encaixam perfeitamente...
Como em um acorde.
Como posso escrever-te 
uma declaração de amor...
Se teu encanto me deixa sem palavras!
É quando me faltarem as palavras?
Minha alma viajante falará por mim...
Levando a poesia e o amor aos 
quatros cantos do mundo...
Do meu coração até encontrar você.
Autora: Suzana de Piere Zanela
© COPYRIGHT BY "SENTIMENTO EM POESIAS"
Todos os Direitos Reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)
Cópias e publicações permitidas,
desde que acompanhadas
dos créditos ao autor