Faço um mundo pra te conquistar

Por ti, caminho aonde as células não chegarão,
Vou e volto, não sei se devo limitar o caminho.
Por ti, solto foguetes até onde foi o Sputnik,
Esvazio o mundo para sentir-me sozinho.
Por ti, rabisco um documento por inteiro,
Falo coisas amorosas em seu ouvido, bem baixinho.
Nado de costas no mar. Desenho um lindo pomar.
Eu faço montanhas pra te conquistar.
Por ti bato asas até que a atmosfera me livre do respirar, torno-me um pica-pau e começo a comer madeira.
Por ti, mando mensagem ao mundo que você é meu bem maior, recito um poema com a voz do Cid Moreira.
Por ti, alimento-me das folhas e vivo entre toda a fauna, falo coisas tão belas quanto os galhos de uma videira.
Nado de costas no mar. Desenho um lindo pomar.
Eu faço estrelas pra te conquistar.
Por ti, danço com os flamingos, formo um coração com seus bicos.
Dedico páginas e mais páginas de um jornal.
Por ti, gasto fortunas que meu suor honra, só para te ver sorrir.
Faço milhões de balões vermelhos em uma festa saturnal.
Por ti, desafio os algarismos de Al-Khwarizmi,
Crio em sua presença, um verdadeiro amor fraternal.
Nado de costas no mar. Desenho um lindo pomar.
Eu faço luas pra te conquistar.
Por ti, atravesso um Tsunami com uma prancha de surf.
Canto com a voz do Axl Rose para te impressionar.
Por ti, pulo de bungee jump em qualquer ponte que escolher.
Planto um jardim para flores te dar.
Por ti, desafio a ciência e digo que tudo foi criado por outro mítico.
Escrevo-te estas linhas a fim de lhe impressionar.
Nado de costas no mar. Desenho um lindo pomar.
Eu faço um mundo inteiro pra te conquistar.
Autor: Tiago Figueiredo 
© COPYRIGHT BY "SENTIMENTO EM POESIAS"
Todos os Direitos Reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)
Cópias e publicações permitidas, 
desde que acompanhadas 
dos créditos ao autor.